65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

BRASIL

Senadores pedem afastamento de Angotti do governo após nota antivacina

Publicados

BRASIL


source
Secretário Hélio Angotti Neto
Anderson-Riedel/PR

Secretário Hélio Angotti Neto

Nesta segunda-feira (24), o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e os deputados federais Tabata Amaral (PSB-SP) e Felipe Rigoni (PSL-ES) entraram na Justiça com um pedido de afastamento imediato do secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Hélio Angotti Neto.

A solicitação foi feita após uma  nota técnica divulgada na última sexta (21), assinada por Angotti, em que a pasta diz que vacinas contra a Covid-19 não têm efetividade nem segurança demonstradas, mas que a hidroxicloroquina temmedicamento com ineficácia comprovada cientificamente no tratamento da doença . A afirmação contraria posição da Organização Mundial de Saúde (OMS), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e dos especialistas.

Os parlamentares entraram com a ação afirmando que o conteúdo e termos usados no texto “são inequivocamente falsos”, devido à  eficácia das vacinas e a “ampla rejeição científica da hidroxicloroquina para o mesmo tratamento”. De acordo com eles, a permanência do secretário no cargo “promovendo políticos públicas negacionistas e absolutamente contrárias ao que defendem as autoridades sanitárias e científicas mundiais” representa “grave prejuízo”.

A ação foi apresentada à Justiça Federal no Distrito Federal e conta com as assinaturas do secretário municipal de Educação do Rio de Janeiro, Renan Ferreirinha, e do ex-secretário de Prioridades Estratégicas de Goiânia, José Frederico Lyra Netto. 

Além do pedido na Justiça, o senador Humberto Costa (PT-PE), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Participação Legislativa do Senado, disse que pretende convocar Angotti para prestar esclarecimentos sobre o texto divulgado. Segundo o senador, o secretário sobrepôs opiniões pessoais ao  desaprovar o parecer da Comissão de Incorporação de Tecnologias ao SUS (Conitec), que rejeitava o uso de medicamentos do kit Covid no tratamento da doença.

Já Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou que vai acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) com uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) e uma notícia-crime contra Angotti.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

BRASIL

RJ: Casal de idosos é morto a facadas no Jardim Botânico

Publicados

em

source
Felipe Coelho e os pais
Instagram/@felipecoelhomusic

Felipe Coelho e os pais

Um casal de idosos foi encontrado morto a facadas, na madrugada deste sábado (25), em um apartamento no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Segundo informações do jornal O Globo, os corpos de Geraldo Pereira Coelho, 73, e Oselia da Silva Coelho, 72, foram encontrados no sofá-cama da residência. O genro deles, o oficial da Marinha Cristiano da Silva Lacerda, é o principal suspeito do crime. Ele foi encontrado também ferido dentro da cama-baú do quarto do ex-namorado e filho das vítimas, Felipe Coelho.

Cristiano foi preso em flagrante e está internado sob custódia no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, na mesma região. A provável causa do crime seria ciúmes e a investigação segue pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC).

Em entrevista ao jornal carioca o filho do casal contou que conheceu Cristiano há cerca de dois anos, no começo da pandemia. Felipe, que é professor de inglês, residia em Fortaleza na época e se mudou para o Rio de Janeiro por conta do namorado.

Desde o começo da relação eles moravam juntos no apartamento onde ocorreu o crime. Segundo Felipe, em abril, no último carnaval, Cristiano deu um tapa no rosto e um soco no peito do professor de inglês. As agressões motivaram o término do relacionamento, contudo, o militar  continuou morando no imóvel enquanto procurava outro local.

Filho postou homenagem aos pais nas redes sociais

Neste sábado (25), Felipe postou uma foto junto com os pais, no Cristo Redentor, – ponto turístico do Rio de Janeiro -, e deixou uma breve homenagem.

“Pra sempre juntos, nos braços do Pai. Meus amores eternos. Nada vai apagar esse amor. Te amo, pai. Te amo mãe”, escreveu.



Continue lendo

MAIS LIDAS