65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

MATO GROSSO

Sema-MT monitora animais silvestres da Estrada Parque Transpantaneira com câmeras acionadas por movimento

Publicados

MATO GROSSO

Câmeras trap foram instaladas em pontos estratégicos da Estrada Parque Transpantaneira, em Poconé (124 km distante de Cuiabá), para flagrar animais silvestres que trafegam na região como parte do projeto de Monitoramento da Fauna Silvestre da Estrada Transpantaneira, realizado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT).
Esta ação tem como objetivo principal coletar dados de modo não invasivo, sem a interação direta que causa uma série de riscos para a vida selvagem. Além de monitorar a saúde dos animais avistados pelas câmeras instaladas, é possível registrar os hábitos das espécies do Pantanal, emitir documentos técnicos e verificar a presença e a incidência de espécies ameaçadas de extinção.
 
Já são 13 câmeras instaladas, que possuem sensores de movimentação e captam imagens quando há animais a poucos metros de distância. O equipamento fica camuflado, e não é percebido pela fauna.
 
Vários animais já foram registrados pelas lentes das câmeras como onças, jaguatiricas, tatu-canastra, tamanduás, cervos-do-pantanal, iraras, lobetes, antas, jacarés e outros, incluindo aves. As imagens mostram momentos únicos que revelam os hábitos dos animais, as interações, alimentação. Os registros podem ser utilizados para a educação ambiental, já que divulgar a existências dessas espécies é uma ferramenta para a preservação.
 

 
O projeto, de iniciativa da Coordenadoria da Fauna e Recursos Pesqueiros, ainda está em fase experimental. Com a prospecção e validação dos pontos de monitoramento, será possível produzir informações voltadas às estratégias de conservação do ambiente e das espécies e ações de proteção e atendimento emergencial aos animais silvestres no Pantanal.
 
Informações sobre a diversidade, quantidade de espécies, frequência, padrão de atividades diárias e sazonais nos pontos escolhidos no entorno da Estrada Parque Transpantaneira são de extrema relevância para a conservação da fauna local.
 
“Desde os incêndios de 2020, estamos acompanhando a condição desta unidade de conservação, de forma visual, avaliando e colecionando informações da presença e ausência de água, de fauna nativa e doméstica. O uso de câmeras trap permite verificar os padrões comportamentais e ecológicos dos animais que vivem em ambiente natural e os resultados são melhor compreendidos através de registros padronizados realizados em longo prazo”, esclarece a coordenadora de Fauna Silvestre da Sema-MT e bióloga, Neusa Arenhart.
 
 
Ela conta que acompanha de perto, desde 2020, quando participou das operações realizadas pela Sema-MT na Unidade de Conservação Estrada Parque Transpantaneira. A coordenadora afirma que ainda não há informações conclusivas sobre os parâmetros ecológicos observados, e que isso será definido no futuro do projeto.
 
O analista Marcos Roberto Ferramosca Cardoso explica que, após a fase experimental, será possível conhecer com mais detalhes a fauna silvestre desta Unidade de Conservação. Encerrando a fase experimental serão definidos os melhores pontos, a periodicidade de retirada das imagens das armadilhas para se alcançar os melhores resultados possíveis.
 
Estrada Parque Transpantaneira
 
A Estrada Parque Transpantaneira é uma Unidade de Conservação que atravessa o Pantanal até a região de Porto Jofre (a 241 km de Cuiabá). A Unidade é de uso sustentável e tem cerca de 8,6 hectares. Neste corredor são avistados com facilidade animais típicos da fauna silvestre local como tuiuiús, jacarés, cervos-do-pantanal, entre outros. 
 
Fonte: GOV MT

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MATO GROSSO

Dr. Leonardo: “Investimentos do Governo de MT são justiça histórica com municípios da fronteira”

Publicados

em

O deputado federal Dr. Leonardo Albuquerque afirmou que o Governo de Mato Grosso tem feito investimentos históricos na Região Oeste. Somente na sexta-feira (24.06) foram autorizados R$ 144,6 milhões em novos investimentos, durante agenda no município de Cáceres. 

“Recebemos os investimentos do Governo de Mato Grosso de braços abertos, porque irradiam o desenvolvimento da nossa região e fazem uma justiça histórica, já que foi nesta região que começou o Estado de Mato Grosso, com a nossa primeira capital Vila Bela da Santíssima Trindade, e Cáceres foi um importante caminho para escoar, através do Rio Paraguai, toda fortuna e tesouro que fez outras regiões crescerem”, afirmou. 

Dentre os principais investimentos do Governo do Estado na região, o parlamentar destacou o asfaltamento da MT-343, importante rota que liga os municípios de Cáceres, Porto Estrela e Barra do Bugres.  

Três trechos da rodovia, que receberam asfalto novo, foram inaugurados pelo governador Mauro Mendes nesta sexta-feira. O primeiro liga Cáceres a Porto Estrela e Barra do Bugres, outro vai de Vila Aparecida a Porto Estrela e o terceiro fica na Serra da Peraputanga. Ao todo são 104,1 km, com investimento de R$ 73,9 milhões.

A rodovia faz a ligação da região produtora do Médio-Norte à Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Cáceres, além da interligação das rodovias federais BR-070 e BR-364. 

Dr Leonardo ainda ressaltou a importância de parceria de deputados da bancada federal com o Governo do Estado, para que mais investimentos sejam aplicados em todos os cantos de Mato Grosso. 

“Nos unimos através dessa bancada federal para apoiar a sua gestão, Mauro, porque temos confiança neste tratamento que o senhor tem dado aos municípios de Mato Grosso. A Região Oeste, essa região de fronteira, precisa dessa atenção que o senhor está dando, e queremos mais. Por isso somos parceiros do senhor e da sua gestão, para levar o Mato Grosso à frente, sempre avançando”. 

Investimentos na Região Oeste

Durante a visita à Cáceres, o governador Mauro Mendes autorizou R$ 144,6 milhões em investimentos a 18 municípios da Região Oeste. Os valores envolvem obras de infraestrutura, como asfaltamento de rodovias e vias urbanas, construção de casas, entrega de máquinas, e investimentos para ações culturais.

Apenas para Cáceres foram liberados R$ 24,1 milhões. Já para Araputanga foram R$ 4,4 milhões. Barra do Bugres recebeu R$ 17,5 milhões e Comodoro R$ 13,4 milhões. Curvelândia foi contemplada com R$ 3,5 milhões, Figueirópolis D’Oeste com R$ 5,9 milhões, e Glória D’Oeste com R$ 15,7 milhões. 

Indiavaí também assinou R$ 3,4 milhões em convênios, Jauru R$ 4 milhões, Vale de São Domingos R$ 5,5 milhões, São José dos Quatro Marcos R$ 14,1 milhões, Salto do Céu R$ 2,3 milhões, e Rio Branco R$ 2,3 milhões.

Reserva do Cabaçal foi beneficiado com R$ 3,9 milhões, Porto Estrela com R$ 4,4 milhões, Porto Esperidião com R$ 5,4 milhões, Mirassol D’Oeste com R$ 10,2 milhões, e Lambari D’Oeste com R$ 3,5 milhões. 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MAIS LIDAS