65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

BRASIL

Queiroz avança contra ex-aliado de Bolsonaro que confirmou rachadinha

Publicados

BRASIL


source
Queiroz avança contra ex-aliado de Bolsonaro que confirmou rachadinha
Reprodução

Queiroz avança contra ex-aliado de Bolsonaro que confirmou rachadinha

Acusado de operar um esquema de “rachadinha” quando era assessor do hoje  senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ),policial militar aposentado Fabrício Queiroz usou suas redes sociais para atacar Waldir Ferraz, aliado do  presidente Jair Bolsonaro (PL), que confirmou em entrevista à Veja a existência das irregularidades nos gabinetes do clã.

Segundo Ferraz, amigo de Bolsonaro desde a época do Exército, a advogada Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente, comandou um esquema de rachadinha que incluía os gabinetes do ex-marido, de Flávio e do vereador Carlos Bolsonaro. Ela teria sido substituída posteriormente por Queiroz, que se tornou o responsável pela arrecadação dos salários dos servidores.

Em postagem em seu Instagram, que é fechado apenas para seguidores autorizados, o ex-policial disparou: “Se isso é amigo, imagina se fosse inimigo”, postou. “Esse traste não vale que o gato enterra”, prosseguiu.

A publicação foi curtida por Ana Cristina Valle, figura central das acusações de Ferraz. Respondendo seguidores em sua rede, Queiroz acusou o amigo e ex-assessor de Bolsonaro também conhecido como “Jacaré” de vazar áudio seus para a imprensa, e o chamou de “ruim de nascença” e “cobra”.


Recentemente, Queiroz, que é apontado pelo Ministério Público como operador do esquema das ‘rachadinhas’ no gabinete de Flávio em sua época como deputado estadual do Rio, deu indícios de que pretende se lançar como candidato ao cargo de deputado federal nas próximas eleições.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

BRASIL

Jantar de Lula para celebrar documentário arrecada R$ 2 milhões

Publicados

em

source
Jantar de Lula para celebrar documentário arrecada R$ 2 milhões
Reprodução

Jantar de Lula para celebrar documentário arrecada R$ 2 milhões

O jantar de advogados que terá a presença do  ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no próximo domingo servirá para celebrar o lançamento do documentário “Amigo secreto”, sobre a operação Lava-Jato. A diretora Maria Augusta Ramos deve estar presente no evento, que será realizado em um restaurante de São Paulo.

O encontro é organizado pelo Grupo Prerrogativas, que reúne profissionais do direito críticos à operação e simpatizantes do petista. Devem estar presentes advogados como Marco Aurélio de Carvalho, Pedro Serrano e Alberto Zacharias Toron, entre outros.

Parte dos integrantes do Prerrogativas ajudou a bancar o filme que trata do episódio que ficou conhecido como Vaza-Jato, o vazamento de conversas entre integrantes da força-tarefa da Lava-Jato. O documentário aborda o impacto político das investigações sobre corrupção na Petrobras e a anulação dos processos. Segundo o colunista Lauro Jardim, “Amigo secreto” foi o oitavo longa mais assistido nos cinemas do país entre os dias 16 e 19 deste mês.

Advogados que participam da organização do evento de domingo afirmam que o jantar não tem objetivos de arrecadação. Para entrar não será necessário comprar convites, dizem eles, tanto que foram convidados também defensores públicos e advogados de movimentos sociais.

Muitos dos que estarão presentes, porém, fizeram doações ao PT, que chegaram a a valores de até R$ 20 mil. Foram arrecadados cerca de R$ 2 milhões, que irão para o partido, já que a campanha de Lula ainda não pode receber recursos. As doações ocorreram dentro de uma campanha de arrecadação de recursos do PT voltada a categorias específicas de profissionais.

Além do ex-presidente, o seu vice, Geraldo Alckmin também deverá participar. Eles devem conversar com os presentes. Na terça-feira, Lula deve ter um outro jantar com advogados e empresários, também em São Paulo.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Continue lendo

MAIS LIDAS