65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

Policial

Proerd completa 22 anos com formatura de novos alunos e comemora 4 milhões de atendimentos

Publicados

Policial

O Programa Educacional de Enfretamento e Repressão às Drogas e Violência (Proerd), vinculado à Polícia Militar de Mato Grosso (PM-MT), comemorou 22 anos de criação na noite desta quarta-feira (22.06), em cerimônia realizada com a formatura dos alunos do sétimo ano da Escola Militar do Corpo de Bombeiros, Dom Pedro II, no Teatro Cerrado Zulmira Canavarros, em Cuiabá.

O comandante do 1º Comando Regional de Cuiabá, coronel Wankley Correa Rodrigues, destacou a importância do Proerd na formação de crianças e jovens para o combate e enfrentamento às drogas. Nestas duas décadas, o programa já realizou mais de 4,6 milhões de atendimentos em Mato Grosso e somente neste ano foram mais 100 mil em Cuiabá. 

“É um número bastante expressivo e significativo. Nós ensinamos sobre educação, disciplina, hierarquia e respeito ao próximo. O Proerd vem para formar e capacitar cidadãos de bem para o futuro. O conselho dado a todos é que não experimentem nenhum tipo de drogas, que escutem nossos instrutores e respeitem seus pais”, discursou. 

Durante a cerimônia, que também entregou medalhas Mérito Proerd a autoridades civis e instrutores, duas alunas leram redações produzidas sobre os ensinamentos do Proerd, como é o caso de Anny Ellen Pereira da Silva, que afirmou que levará os ensinamentos para toda vida. “A primeira coisa que aprendi foi recusar, a segunda foi explicar os malefícios das drogas e os riscos à saúde e a terceira foi evitar companhia de pessoas de má índole”, comentou em sua redação. 

Eglá Júlia Santos de Oliveira também discorreu sobre os ensinamentos do Proerd. “Eu aprendi que a nossa vida é feita de escolhas e para isso precisamos saber o que é bom e ruim, o certo e o errado. O Proerd me ensinou como evitar armadilhas pelo caminho”, relatou. 

Dez alunos do programa também foram selecionados para visitar a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) no próximo dia 27, às 8 horas. 

O coordenador do Proerd, tenente-coronel Darwin Salgado Germano, explicou que o objetivo do programa é garantir aproximação da polícia com a comunidade, resgatar a noção de “polícia comunitária”, cujo papel é fundamental na redução da criminalidade e na melhoria da qualidade de vida. Ele ressaltou que os policiais ministram ações educativas dentro da sala de aula com alunos abordando temáticas de valorização à vida, a importância de manter-se longe das drogas e da violência, informações sobre bullyng , direitos e deveres dentre outros assuntos.

“O programa busca contribuir para o fortalecimento da cultura da paz e a construção de uma sociedade mais saudável e principalmente mais segura. O conteúdo desenvolvido pelo Proerd também proporciona um trabalho cooperativo entre a escola e a família”, ponderou.

O coordenador da Escola Dom Pedro II – Presidente Médici, tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, João Paulo Nunes de Queiroz, relembrou que a unidade de ensino militar funciona desde dezembro do ano passado no antigo prédio da Escola Presidente Médici, e que havia um grande déficit em relação às ações educativas. 

“Desde que transformamos a unidade e solicitamos apoio à Polícia Militar para implantação do Proerd, muitas coisas mudaram e agregaram na vida dos nossos alunos. O programa é muito mais do que o combate às drogas, é um programa que ajuda os jovens a fazerem boas escolhas para sua vida, e consequentemente contribui à formação e currículo escolar”. 

Fonte: PM MT

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial

Cinco pessoas são presas pela PM e mais de 100 porções de drogas apreendidas em Cuiabá

Publicados

em

Policiais militares prenderam em flagrante quatro homens, com idades entre 26 e 62 anos, por tráfico ilícito de drogas e apreenderam mais de 100 porções de substância análoga a cocaína, no final da noite desta sexta-feira (24.06), em Cuiabá. Ainda na ocorrência, uma mulher de 26 anos foi presa por ameaça e desacato, e mais de R$ 4,2 mil em dinheiro foram apreendidos.

Conforme o boletim de ocorrência, por volta de 23h40, durante patrulhamento tático pela Operação Impactus, as equipes formadas pelo Grupo de Apoio (GAP) do 24º Batalhão da PM e do 10º Estágio de Qualificação de Sargentos (EQS) visualizaram um homem arremessando alguns pacotes para dentro de um estabelecimento, e uma segunda pessoa tentando guardar um carro no local.

De imediato foi iniciado procedimento de abordagem aos suspeitos, sendo encontrado com um dos homens três porções pequenas de cocaína. Em checagem ao veículo que o segundo suspeito tentava guardar, foram visualizadas uma porção grande de maconha e diversas porções de cocaína, que foram apreendidas.

No local, os policiais militares também abordaram outros dois homens, ligados aos criminosos que já haviam sido detidos. Em revista pessoal ao terceiro suspeito, foi encontrado a quantia em dinheiro de R$ 4.239,00 reais. 

Questionado sobre o valor, o homem revelou que o montante era proveniente de golpes de vendas por aplicativos, que eram realizados junto com um quarto suspeito, que também foi abordado e detido pela PM.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, no momento da condução dos quatro suspeitos, uma mulher, que seria esposa de um dos homens, apareceu em uma motocicleta Biz e começou a desacatar e ameaçar os policiais militares que realizavam a ação. 

Em revista aos documentos pessoais da suspeita, foi verificado que ela não possuía CNH e que a motocicleta estava sem licenciamento, tendo sido a mulher também detida e o veículo apreendido.

Diante dos fatos, os cincos suspeitos foram encaminhados para a Central de Flagrantes junto com todo o material apreendido, para registro da ocorrência e demais providências cabíveis referentes ao caso.

Disquedenúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: PM MT

Continue lendo

MAIS LIDAS