65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

CUIABÁ

Prefeitura de Cuiabá realiza novo mapeamento para traçar perfil e quantitativo da população em situação de rua e imigrantes na capital

Publicados

CUIABÁ

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa Com Deficiência, realiza de 27 a 29 de junho, novo mapeamento para traçar  o perfil e o quantitativo da população em situação de rua e imigrantes.

A ação integra o Projeto Quero te Conhecer, realizada desde 2017, tendo como principal objetivo identificar a realidade atual, principais demandas, a fim de elaborar novas políticas públicas efetivas no atendimento dessas pessoas. 

Dados registrados apontam que em 2021, foram identificadas 96 pessoas em situação de rua. Em 2019,  212.  A equipe será formada por técnicos da Coordenadoria de Proteção Especial, em dois períodos, matutino (10h às 12h) e vespertino (16h às 19h). 

A equipe de abordagem social irá percorrer os principais pontos de concentração, como o Morro da Luz, Beco do Candeeiro, região da Rodoviária, avenidas Barão de Melgaço, Carmindo de Campos, do CPA, trevo do Santa Rosa, praças Ipiranga, Orla e do Porto e viaduto do Shopping Três Américas. 

Durante a ação serão realizadas entrevistas, onde serão levantados dados como identificação pessoal, escolaridade, documentação, emprego e renda, familiares, condições de saúde, entre outros pontos para conhecer o perfil atual da população em situação de rua e imigrantes.

“Esse levantamento servirá de base para elaboração de novo relatório baseado na identificação das pessoas que utilizam das ruas como espaço de moradia e ou sobrevivência e as unidades de acolhimento como moradia provisória. É uma determinação do prefeito Emanuel Pinheiro e,  da primeira-dama Márcia Pinheiro,  ofertar cada vez mais melhores condições e acesso aos programas e ações que contribuam às suas vidas”, disse a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa Com Deficiência, Hellen Ferreira. 

Nas abordagens aos imigrantes, informou a secretária, serão oferecidas cestas básicas  àqueles que aceitarem retornar para suas casas. A equipe irá acompanhar até as residências para validação das informações.

Além da abordagem nos pontos de concentração, serão entrevistados também as pessoas que estão nas unidades de acolhimento e no Centro Pop. 

“Mesmo se que consigamos todo o detalhamento, poderemos coletar informações,  tabular os dados recebidos e traçar um perfil do público. As pessoas que se negarem a participar serão classificadas como “não quiseram se manifestar”, explica  a coordenadora de Proteção Social Especial, Fabiana Soares. 

“Após as abordagens, a equipe técnica da coordenação de proteção social especial fará a compilação e análise dos dados. Com eles, será possível obter informações para implementar políticas públicas para atender as necessidades desse público”, finalizou Ferreira.

Projeto Quero te Conhecer:

O Serviço de Abordagem Social é um serviço contínuo, tem por finalidade, assegurar o atendimento e o desenvolvimento de atividades de sociabilidade, visando o fortalecimento de vínculos interpessoais e familiares, como forma de contribuir para a construção de novos projetos e trajetórias de vida.

Para tanto as equipes dos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) “Centro e Norte” realizaram, nesses quatro anos de gestão, abordagens em períodos alternados, em praças, galpões/casarões, viadutos e rodoviária, entre outros, a fim de mapear esta população para então discutir estratégias, levantar desafios e recomendações, objetivando a formulação de políticas públicas dirigidas para esse segmento populacional. Agora, com a entrega do Centro Pop, no final do mês de maio desse, os técnicos do Centro de Referência que estão realizando o trabalho. 

A equipe de Abordagem social também realiza a entrega de cobertores, marmitas, além de orientações e encaminhamentos para unidades de acolhimento institucional para pessoas em situação de rua, e Centro Pop, bem como foram ofertadas passagens para retorno à cidade de origem, atendendo o desejo dos cadastrados.

Tendo como público alvo estendido, desde 2020, o projeto também é executado para os imigrantes e LGBTQIPA+.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CUIABÁ

Lavagem das Escadaria do Rosário promove mensagem de paz e união entre os povos

Publicados

em

Integração cultural, dança, cânticos e muita fé marcaram a 6º edição da Lavagem das Escadarias da Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito. Apoiado pela Prefeitura de Cuiabá, o evento foi realizado neste sábado (25) e reuniu milhares de pessoas que, juntas, mais uma vez levantaram a bandeira pela paz entre os povos e pelo fim da intolerância religiosa.  

A iniciativa já virou uma tradição na Capital e, por toda importância que carrega, em 2018 foi inserida no calendário oficial de eventos culturais de Cuiabá, por meio da Lei 6.304/2018, sancionada pelo prefeito Emanuel Pinheiro. Além disso, também já está em processo de registro no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN-MT). 

“Cuiabá é construída com base na diversidade cultural e também religiosa. Então, esse evento tem como objetivo promover a integração entre todos esses segmentos e reforçar a mensagem de união e respeito. A gestão Emanuel Pinheiro tem sempre buscado dar sua colaboração para que esse tipo de iniciativa aconteça, pois ela resulta na promoção de uma sociedade mais justa e na valorização dos povos que fazem parte da nossa história”, comentou o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Aluízio Leite. 

A celebração afro-cultural simboliza a paz e a fraternidade, reverenciando a ancestralidade e ao santo negro São Benedito. O evento é organizado pela Comissão da Lavagem das Escadarias do Rosário e São Benedito e conta com a participação efetiva da Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer.

A presidente da Comissão da Lavagem, Lindisey de Sá, explicou que para este ano, o evento trouxe como ideia central o lema: “Caminhada da paz, passos que salvam”. Segundo ela, o tema foi pensado levando em consideração o atual cenário mundial, em que a fome, desemprego e guerra entre países tem afligido a humanidade. 

“Precisamos dar os primeiros passos para que isso seja resolvido. Se não dermos o primeiro passo para nos ajudar, não vamos conseguir evoluir. Por isso que pensamos nesse tema. O objetivo do evento é unir todos os povos independentes de religião. Aqui há um movimento cultural onde as pessoas, independentes da sua religiosidade, podem ser quem elas são de verdade”, finalizou Lindisey. 

Continue lendo

MAIS LIDAS