65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

Policial

Mulher foragida da Justiça de MS é presa pela Polícia Civil por tráfico de droga

Publicados

Policial

Uma mulher foragida do Estado de Mato Grosso do Sul e que atuava na venda de entorpecentes em Rondonópolis, região sul de Mato Grosso, foi presa pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), na quarta-feira (22.06).

A suspeita de 23 anos teve o mandado de prisão expedido pela Vara Criminal da Comarca de Coxim (MS), em dezembro de 2021, por tráfico de drogas, o qual foi devidamente cumprido pelos policiais civis da Derf-Rondonópolis.

No momento da abordagem, a jovem estava com um homem de 27 anos, que também possuía uma ordem de prisão decretada pelo crime de roubo. Ambos faziam uso de maconha ao lado dos filhos menores de idade da mulher.

Na ação foi apreendida uma peça grande de maconha, porções da mesma substância, embaladas e prontas para venda, além de balança de precisão.

Durante diligências de combate ao tráfico de drogas, os investigadores identificaram um endereço no bairro Vila Lourdes, onde residia uma mulher atuante no crime, razão pela qual o local passou a ser monitorado.

Constatou-se movimentação intensa de usuários na casa, principalmente no período noturno. A moradora ficava com uma porção escondida no corpo e assim que vendia, ela entrava para pegar outra trouxa, e voltava a ficar sentada do lado de fora do imóvel aguardando o próximo comprador.

Na terça-feira (22) os policiais civis avistaram a investigada junto com um indivíduo consumindo cigarro de maconha, e em volta haviam crianças menores de 10 anos. Ato contínuo foi feita a abordagem dos dois, sendo com a moça apreendida uma porção da droga.

Na casa foram encontradas 8 porções de maconha, um tablete grande de maconha, além de vários materiais usados para o tráfico. Em seguida foi realizada checagem no sistema e verificado que tanto a jovem quanto o usuário, possuíam prisão em abertas.

Diante dos fatos, os dois envolvidos foram encaminhados até a Derf-Rondonópolis para cumprimento dos respectivos mandados judiciais. A conduzida também foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Após a confecção dos autos, os dois presos foram apresentados e colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial

Polícia Civil cumpre 23 mandados para apurar arremessos de drogas e outros objetos em penitenciárias

Publicados

em

Vinte e três ordens judiciais relacionadas a investigações de tráfico de drogas e associação para o tráfico em penitenciárias da região metropolitana são cumpridas pela Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (30.06), na Operação Tiradentes, deflagrada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) e Sistema Prisional. 

Na ação integrada, são cumpridas 10 ordens de busca e apreensão nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande e outros 13 mandados de busca e apreensão no interior das unidades prisionais.

As investigações em andamento na DRE têm foco em ações criminosas recentes envolvendo arremessos de drogas, celulares e outros objetos na Penitenciária Central do Estado (PCE) e Penitenciária Feminina. 

A Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes recebeu nos últimos meses, uma grande demanda de denúncias e situações envolvendo condutas de tráfico de drogas e tentativas frequentes de lançamento de objetos e aparelhos celulares para o interior da Penitenciária Central do Estado, bem como da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto.

Muitas dessas ações foram constatadas pelas equipes de policiais penais em trabalho de rondas e fiscalização preventiva nos arredores daquelas unidades. Em algumas situações, foi possível a prisão de suspeitos envolvidos com o lançamento de pacotes de drogas por cima dos muros da penitenciária e até mesmo com a utilização de “drones”.

Na ocasião, os envolvidos foram autuados em flagrante e investigados em inquéritos policiais. Diante dos fatos, foram iniciadas as investigações com objetivo de apurar os responsáveis diretos e indiretos por essas ações, seus vínculos, bem como a existência de eventuais beneficiários específicos dentre os internos do sistema prisional. 
As investigações demonstram que, a maioria dos lançamentos extramuro, estava direcionada a pátio relacionado a determinado raio junto a PCE, onde ficam presos considerados lideranças de organizações criminosas.

Com base nas apurações, a DRE deflagrou a Operação Tiradentes, com conjunto de ações e em atuações integradas, com policiais penais do GIR, da PCE. A operação conta com a participação de 60 policiais civis da DRE, Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema), Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol), Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá e 20 policiais penais. 

Durante a operação, também foi dado cumprimento ao mandado de prisão temporária em desfavor de uma detenta da Penitenciária Ana Maria do Couto May. A ordem judicial  foi expedia pela  5ª Vara Criminal da Comarca de Alta Floresta, nas investigações presididas pelo delegado. Thiago Berger

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MAIS LIDAS