65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

Diversos

Ministério fará pregão internacional para compra de kit intubação

Publicados

Diversos

Pasta vai lançar certame sem fixação de preço para tentar adquirir medicamentos usados em unidades de terapia intensiva

O Ministério da Saúde vai fazer um pregão nacional e internacional sem fixação de preços para tentar normalizar os estoques de medicamentos usados na intubação de pacientes nas unidades de terapia intensiva. O anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira (21) pelo ministro Marcelo Queiroga.

Ele salientou que a pasta já atuou junto à Opas (Organização Pan-Americana da Saúde), braço da OMS (Organização Mundial da Saúde) no continente, para comprar os insumos do chamado kit intubação, mas não chegariam a tempo da necessidade imposta hoje.https://b1bc7eaba051dba4dd341a9eddae90ae.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

“Demora, no mínimo, cerca de 40 dias para chegar, o que, em tese, é insuficiente para atender à demanda momentânea.”

O ministro ainda apelou às doações, lembrando que a mineradora Vale já doou 2 milhões de itens do kit intubação (analgésicos, sedativos e bloequeadores neuromusculares). 

Na avaliação de Queiroga, o cenário é de tendência de estabilização das internações e óbitos, ainda que em um patamar elevado.

“A fase mais crítica em relação a kits de intubação e à questão do oxigênio, nós estamos muito próximo de vencer.”

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Diversos

Apresentador Régis Queiroz prepara matéria especial com mestre oleiro Sr. Alvino de Rosário Oeste

Publicados

em

Sempre dedicado a cultura mato-grossense, o jornalista Régis Queiroz do programa Câmera Show estará visitando o município de Rosário Oeste, para gravar uma matéria especial com o Sr.Alvino Santana de Arruda.

A arte do mestre oleiro tão disputada e estruturada em quase todas as comunidades ribeirinhas foi diminuindo e com efeito existe atualmente apenas dois mestres oleiros em atividades em suas olarias no Pantanal, sendo Mestre Alvino um deles.

Guardador de um conhecimento tricentenário, mestre Alvino apesar de estar com a idade avançada 70 anos, e sem nenhum herdeiro direto interessado na continuidade de sua arte ainda resiste ao tempo mantendo sua olaria funcionando, mais por insistência e paixão pelo que faz do que por dinheiro, propriamente dito, diz ele “se eu parar acaba tudo”.

Contemplado pelo projeto Movimentar da Secretaria de Cultura, esporte e lazer onde a presente seleção pública visa fomentar projetos de ações culturais com o objetivo de fortalecer e reestruturar o setor produtivo dessas áreas em Mato Grosso, que estão sofrendo impactos causados pelas ações necessárias de contenção da pandemia da covid-19.

Fonte: Baixada News

Continue lendo

MAIS LIDAS