65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

ECONOMIA

Microsoft, Google, Ame e mais empresas abrem vagas em tecnologia

Publicados

ECONOMIA


source
Microsoft, Google, Ame e mais empresas abrem vagas em tecnologia no Brasil
Ana Marques

Microsoft, Google, Ame e mais empresas abrem vagas em tecnologia no Brasil

Grandes empresas de tecnologia estão com vagas de emprego abertas no Brasil. É o caso do Google , que divulgou planos para a abertura de mais 200 oportunidades no setor, visando dobrar sua equipe de engenheiros até 2023. Há também vagas para profissionais experientes na Microsoft e novos na Ame Digital , fintech da Americanas S.A., que abriu inscrições para seu programa de trainee. Veja a seleção abaixo feita pelo Tecnoblog .

Microsoft busca engenheiros e cientistas da computação

A Microsoft tem vagas abertas para profissionais de tecnologia em sua página de carreiras. A empresa busca engenheiros para a área de clientes e parceiros da empresa, em tarefas relacionadas à computação em nuvem.

Você pode conferir todas as posições disponíveis e os requisitos para a candidatura neste link. As vagas são para trabalhar em São Paulo e há benefícios como plano de saúde, auxílio educação, licença maternidade/paternidade, entre outros.

Google: mais 200 vagas para Engenharia até 2023

Como noticiamos na segunda-feira (24), o Google planeja abrir 200 vagas para engenheiros até 2023. O esforço deve dobrar o tamanho da equipe atual do setor. A ideia da big tech é montar uma força de profissionais em São Paulo, além de contratar mais pessoas para o time do Centro de Engenheira de Belo Horizonte. Você confere mais informações neste link.

Digio tem 35 vagas em diversos setores, incluindo Tech

Novamente em nosso compilado, está o Digio, plataforma de serviços financeiros que busca profissionais para áreas de marketing, tecnologia, infraestrutura, gestão de dados, operações e mais. A empresa anunciou recentemente a abertura de 35 vagas — de estagiário a gerente.

A bantech também é classificada como GPTW na categoria de empresas de médio porte. Há benefícios como assistência médica e odontológica, seguro de vida, auxílio creche, vale-alimentação, Gympass e mais. Atualmente, o modelo de trabalho é remoto e o processo seletivo é realizado de forma remota.

Você pode saber mais informações sobre as vagas para DevOps, engenheiro de segurança em nuvem, especialista back-end, Tech Lead, entre outras, por meio da página da empresa na plataforma Gupy.

Lenovo: vagas para diversos níveis de senioridade

Leia Também

A Lenovo tem vagas em diversas áreas, incluindo o setor de inteligência artificial com posições para engenheiros de algoritmos. Segundo a empresa, há posições para todos os níveis dentro da companhia — de estágio a liderança de equipes, incluindo vagas exclusivas para PCDs (Pessoas com Deficiência).

Os candidatos selecionados têm direito a benefícios e salários compatíveis com o mercado de companhias de tecnologia. A Lenovo também é certificada pelo Great Place To Work (GPTW).

Você encontra mais detalhes sobre as vagas abertas no site de vagas da companhia.

Ame: Traineenja foca em Tecnologia, Inovação e Dados

A Ame anunciou a abertura de inscrições para a segunda edição do Traineeja, seu programa de trainee focado em Tecnologia, Inovação e Dados. Os selecionados passarão 18 meses imersos em desenvolvimento de projetos de relevância na companhia, nas áreas de Gente, tecnologia, marketing, comercial, entre outras.

Para participar, é necessário ter se formado entre dezembro de 2019 e dezembro 2021 em qualquer universidade e curso de graduação. A empresa afirma ainda que é possível participar de qualquer estado do Brasil — o trabalho funciona no modelo híbrido, com dias em home office e outros presenciais nos escritórios do Rio ou São Paulo, mas o processo seletivo é remoto (100% online).

Além de salário compatível com o mercado, a fintech promete benefícios como Gympass, planos de saúde e odontológico, vale-refeição e descontos em lojas da Americanas. Interessados podem realizar a inscrição até 18 de fevereiro por meio deste link.

Vivo tem vagas para PCD em Experiência do Cliente

Apesar de não ser no setor de tecnologia, a Vivo anunciou uma iniciativa bem bacana parte de seu programa de diversidade e inclusão. São ao todo 300 vagas exclusivas para pessoas com deficiência, para a área de experiência do cliente, nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Fortaleza, Vitória e Salvador.

Na prática, o profissional trabalha como atendente, em formato de home office. Interessados devem se inscrever por meio deste formulário em uma feira online a ser realizada no dia 10 de fevereiro, às 10h, para esclarecer dúvidas sobre as atribuições.

Para concorrer, é necessário ter domínio de informática e do pacote office. A Vivo promete salário compatível com o mercado e benefícios como vale-refeição, plano de saúde, seguro de vida, day off, auxílio home office, entre outros.

Vagas no Tecnoblog

Além das oportunidades listadas acima, vale lembrar que o  Tecnoblog  também está contratando. Se você quer fazer parte do maior veículo independente de tecnologia no Brasil, confira as vagas abertas em comunicação e tecnologia.

Microsoft, Google, Ame e mais empresas abrem vagas em tecnologia no Brasil

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ECONOMIA

Chance da inflação estourar teto da meta é ‘próxima de 100%’, diz BC

Publicados

em

Banco Central vê altas chances de estouro do teto da meta da inflação
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Banco Central vê altas chances de estouro do teto da meta da inflação

O Banco Central (BC) calcula uma probabilidade “próxima” de 100% para o estouro da meta de inflação neste ano, de acordo com o Relatório Trimestral de Inflação divulgado nesta quinta-feira (30).

A meta deste ano é de 3,5% com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o BC não vê chance da inflação neste ano ficar abaixo de 5%, o teto desse intervalo.

Na última previsão da autoridade monetária, a inflação terminaria o ano de 2022 em 8,8%. A prévia da inflação de junho chegou a 12% no acumulado dos últimos doze meses, de acordo com o IBGE.

Em março, na última edição do Relatório Trimestral de Inflação, o cálculo era de uma chance de 88% de estouro da meta.

A legislação prevê que caso a inflação fique fora do intervalo de tolerância, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, precisa escrever uma carta para o ministro da Economia explicando as razões e o que a autoridade monetária fará para evitar um novo estouro.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Campos Neto já escreveu uma carta dessa, enviada no início deste ano para o ministro da Economia, Paulo Guedes. O texto justificava o porquê da inflação em 2021 ter ficado em 10,06%, quando o centro da meta era de 3,75%.

Combustíveis em alta

De acordo com o relatório, os principais fatores que elevaram as revisões de inflação são a alta nos preços de petróleo, atividade econômica mais forte do que o esperado, além do crescimento nas expectativas de inflação e da inflação observada pelo IBGE. Também há pressão do setor de serviços e de bens industriais.

O documento destaca a inflação dos preços livres, que deve se reduzir ao longo do tempo por conta das altas de juros e também dos preços administrados.

“Entre os preços administrados, destacam-se, como itens inflacionários para 2022, combustíveis, produtos farmacêuticos, plano de saúde, emplacamento e licença e taxa de água e esgoto; atua em sentido contrário energia elétrica em função do comportamento das bandeiras tarifárias e da incorporação de estimativa dos efeitos do Projeto de Lei nº 1.280/2022”, aponta o relatório, citando o projeto que determinou a devolução de tributos para os consumidores.

Chance maior em 2023

Além disso, o BC também elevou a probabilidade de estouro da meta de inflação em 2023, apesar de ainda estar baixa.

O relatório aponta chance de 29% de que o IPCA fique acima de 4,75% no ano que vem, o teto da meta de 3,25%. No relatório de março, a probabilidade era de 12%.

Já a chance da inflação em 2023 ficar abaixo do piso da meta, de 1,75% ao ano, é de 5%, de acordo com o BC.

A previsão do BC é que a inflação fique em 4% no ano que vem. Em entrevista na semana passada, Roberto Campos Neto e o diretor de Política Econômica do BC, Diego Guillen, afirmaram que a estratégia de política monetária atual é que a inflação fique “ao redor” de 4%, ressaltando que seria um número abaixo desse patamar.

Para 2024, quando a meta será de 3%, o BC calcula probabilidade de 19% de ficar abaixo do piso e 10% de estourar o teto.

Fonte: IG ECONOMIA

Continue lendo

MAIS LIDAS