65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

TJ MT

Judiciário de Mato Grosso registra 159.096 movimentações no PJe durante recesso forense

Publicados

TJ MT


Durante o último recesso forense (20 de dezembro de 2021 a 6 de janeiro de 2022), o Poder Judiciário de Mato Grosso registrou 159.096 movimentações feitas por usuários do Processo Judicial Eletrônico (PJe), ferramenta que garante acesso ágil e ininterrupto aos serviços da Justiça Estadual.
 
Mesmo durante o regime de plantão, em que os prazos processuais permanecem suspensos, o atendimento aos interessados manteve-se em pleno andamento, assim como os serviços de suporte técnico disponibilizado pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação do Tribunal de Justiça.
 
Para a presidente do Poder Judiciário de Mato Grosso, desembargadora Maria Helena Póvoas, esse dado comprova que a instituição obteve êxito em promover o devido atendimento às demandas dos advogados e advogadas, partes e demais usuários e usuárias da Justiça, em especial durante o acirramento da pandemia da Covid-19 registrado recentemente.
 
“O PJe é um importante instrumento de trabalho para o devido andamento processual e mesmo durante o recesso nós registramos alto volume de atendimentos. Durante o plantão, nossas equipes garantiram aos interessados o atendimento de suas demandas. Então, também gostaria de agradecer o empenho de todos os envolvidos que colaboraram para manter a devida prestação de serviços nesse período”, salientou a presidente.
 
O Judiciário mato-grossense tem investido maciçamente em novas tecnologias a fim de acompanhar a crescente demanda de serviços, que aumentou ainda mais com a pandemia da Covid-19. Diversos avanços incorporados à rotina dos cidadãos, como a realização de videoconferências, uso do WhatsApp e serviços como o Balcão Virtual, foram adotados pela instituição.
 
Retomada – Os prazos tanto dos processos eletrônicos quanto físicos e híbridos do Poder Judiciário de Mato Grosso voltam a correr normalmente a partir desta sexta-feira (21 de janeiro), em conformidade com o artigo 220 do Código de Processo Civil (CPC), que determina a suspensão de todos os prazos processuais no período de 20 de dezembro a 20 de janeiro.
 
Leia matérias sobre o assunto:
 
 
 
 
 
Lígia Saito
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TJ MT

Poder Judiciário apoia o 1º Arraiá do Serviço do Acolhimento de Alto Taquari

Publicados

em

As crianças e adolescentes que se encontram no Serviço do Acolhimento de Alto Taquari (a 479 km ao sul de Cuiabá) terão um dia pra lá de especial com direito a brincadeiras, quadrilha, comidas típicas e muita animação no 1º Arraiá do Serviço do Acolhimento de Alto Taquari. O Poder Judiciário é um dos apoiadores da festa, que acontece neste sábado (25.06), às 16h, no bairro Gabriela, e irá reunir aproximadamente 100 pessoas entre crianças, adolescentes, colaboradores do Serviço de Acolhimento, Fórum da cidade, Assistência Social e seus familiares.
 
Segundo a Juíza da Vara Única de Alto Taquari, Marina Dantas Pereira, a ideia da festa junina partiu de uma assessora dela como uma oportunidade de confraternização com as oito crianças e adolescentes que estão no Serviço de Acolhimento.
 
“A Grazi trouxe a ideia de fazer a festa junina e todo mundo adorou, principalmente as crianças e adolescentes. Inicialmente era para ser algo mais simples, mas a gente foi conseguindo doações, parcerias e agora vamos fechar a rua em frente ao Lar para realizar o arraiá”, conta.
 
A supervisora do Serviço de Acolhimento a Criança e Adolescente, Lesley Any Batista Ferreira, detalha que uma parte da comida virá da Prefeitura Municipal, outra dos participantes, além de algumas doações. “A comunidade em geral está envolvida, comerciantes, advogados, Ministério Público, doaram dinheiro, brinquedos, comida para que seja um dia especial. A tenda, mesas e cadeiras virão do Grupo Conviver e o som um servidor do Fórum levará”.
 
No cardápio do Arraiá muitas comidas típicas como cachorro quente, cri cri, canjica, pipoca, caldo de costela, bolo de milho, algodão doce e refrigerantes. Além de brincadeiras como pescaria gratuita, dinâmicas, quadrilha e música. “Essa a primeira vez que vamos realizar uma festa desse tamanho, as crianças e adolescentes estão bastante empolgadas. Elas estão ajudando a fazer a decoração e ainda poderão convidar dois amigos para participar. Muitos não veem a hora de começar. Será uma festa familiar, sem bebida alcoólica, mas com muita diversão”, ressalta.
 
#Paratodosverem Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual. Descrição de imagem: arte colorida retratando o convite, com símbolos juninos como milho, balão de São João, fogueira e bandeirinhas.
 
 
Larissa Klein
Assessoria de Imprensa CGJ
 
 

Continue lendo

MAIS LIDAS