65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

POLÍTICA MT

João Batista fiscaliza e levanta demandas em Rosário Oeste

Publicados

POLÍTICA MT


Foto: BRUNO BARRETO / Assessoria de Gabinete

Com objetivo de fiscalizar e levantar demandas na região, o deputado estadual João Batista do Sindspen (Pros), visitou na quinta-feira (20), o município de Rosário Oeste (124 km de Cuiabá). Entre as ações realizadas, o parlamentar destacou algumas visitas em escolas públicas, além de uma reunião com o prefeito da cidade, Alex Berto (Solidariedade).

“Nossa missão hoje, foi conhecer de perto as demandas locais e verificar as reais necessidades dos munícipes. Com esse trabalho, conseguimos identificar de que forma podemos ajudar o prefeito com a destinação de emendas parlamentares, para sanar os problemas mais urgentes da população. Vamos levar as demandas ao Legislativo e trabalhar para que as solicitações sejam atendidas da melhor maneira possível”, disse João Batista.

A primeira agenda cumprida foi com o prefeito Alex Berto, que apontou os déficits de infraestrutura da região. 

“Pedimos o apoio do deputado para a manutenção das nossas estradas, além de incentivos para ampliação e difusão da produção local de peixes. Agradeço o deputado João Batista que tem demonstrado bastante interesse em nos ajudar e esperamos que essa parceria possa render bons frutos para a população do nosso município”, pontuou Alex Berto.

João Batista esteve em três escolas estaduais. A primeira parada foi na E.E. Coronel Artur Borges, onde a equipe gestora apresentou o pedido para construção do refeitório e uma passarela para os pedestres, além de outras melhorias na infraestrutura do local.

Na sequência, o parlamentar esteve na E.E Marechal Rondon e o corpo escolar solicitou auxílio, através de recursos, para a cobertura da quadra poliesportiva, além do pedido de aquisição de um novo transformador de energia para resolver os problemas elétricos enfrentados no dia a dia.

Por fim, o deputado verificou as instalações da E.E João Calixto Bernardes, local em que a diretoria também apresentou pedidos de melhorias na infraestrutura e solicitou aumento na capacidade das salas de aulas, com espaços adequados para atender os alunos.

Na conclusão da agenda, João Batista enalteceu o trabalho do policial penal Francisco, uma liderança que tem sido atuante na região. Além disso, Batista ressaltou que levará todas as solicitações ao Parlamento e sua equipe legislativa vai produzir as proposições com os referidos pedidos direcionados ao governo do estado, na expectativa de que as demandas mais urgentes sejam atendidas.

 “Em todas as visitas realizadas nestas escolas, o que nos chamou a atenção, foram as histórias dos professores e diretores que, mesmo sem estrutura nenhuma de trabalho, dedicaram anos de atividades pedagógicas em prol da sociedade. Parabéns a cada um destes profissionais. Vamos levar as demandas e fazer tudo que for possível para ajudar cada uma dessas unidades educacionais que visitamos”, se comprometeu João Batista.

Fonte: ALMT

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍTICA MT

Barranco pede informações sobre multas irregulares realizadas pela Sema

Publicados

em

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O deputado estadual Valdir Barranco (PT) apresentou um requerimento à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), solicitando informações da secretária de Estado de Meio Ambiente (Sema), Mauren Lazzaretti, sobre denúncias de assentados da reforma agrária do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), de que agentes do órgão estão realizando, de maneira equivocada, penalizações, por meio de multas e outras punições, aos agricultores de Mato Grosso.

O parlamentar disse que muitos produtores e produtoras de projetos estaduais, cuja reserva ambiental foi locada na época da implantação de assentamento em área coletiva, estão sendo multados sem qualquer motivo. “A Sema tem penalizado esses assentados para cobrar a reserva individual. São várias reclamações de diversos municípios que estão sendo atacados pela fiscalização da instituição que não reconhece as reservas em condomínio dos assentados, que deixaria o lote livre e respeitar as APPs”, disse.

Membro titular da Comissão de Agropecuária, Desenvolvimento Florestal e Agrário e Regularização Fundiária, Barranco complementou que a entidade falhou em várias situações. “Essa situação de denúncias e descaso vêm se agravando há algum tempo, pois a Sema assumiu a responsabilidade de elaborar o Sistema Mato-grossense de Cadastro Ambiental Rural (SIMCAR) há quatro anos e até agora data nada apresentou”, falou.

Sistema Mato-grossense de Cadastro Ambiental Rural (SIMCAR) – É um sistema eletrônico de âmbito estadual, com base de dados integrada ao Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (SICAR), destinado à inscrição, consulta, acompanhamento e gerenciamento da situação ambiental dos imóveis rurais.

Fonte: ALMT

Continue lendo

MAIS LIDAS