65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

Mundo

Governo dos Estados Unidos indica nova embaixadora no Brasil

Publicados

Mundo


O governo dos Estados Unidos indicou nova embaixadora para ocupar o posto diplomático no Brasil. Elizabeth Frawley Bagley passará a chefiar a embaixada norte-americana em Brasília e comandar as relações diplomáticas entre os dois países.

Elizabeth Frawley Bagley Elizabeth Frawley Bagley

Elizabeth Frawley Bagley – U.S. State Department

Para a confirmação do posto, a indicação precisa ser apreciada e confirmada pelo Senado norte-americano. A embaixada não informou quando a votação deverá ocorrer. O partido Democrata possui, atualmente, 48 cadeiras no Senado, contra 50 do Partido Republicano. Entretanto, os dois senadores independentes da casa também apoiam Joe Biden, e a presidente da casa – que possui poder de desempate em votações acirradas – é a vice-presidente Kamala Harris, o que garante, na prática, maioria ao governo atual. Haverá eleições para o Senado norte-americano em novembro – as chamadas eleições mid-term.

Bagley é advogada e diplomata. Atualmente é diretora de uma empresa de telecomunicações no estado do Arizona. A única experiência como embaixadora foi no comando da representação diplomática dos EUA em Portugal.

A diplomata trabalhou como conselheira de secretários de Estado durante os governos democratas de Bill Clinton e Barack Obama. Durante a carreira diplomática, também ocupou postos de representante especial para a Assembleia das Nações Unidas e de parcerias globais.

Na avaliação da professora de relações internacionais da Pontifícia Universidade Católica do do Rio de Janeiro (PUC-RJ) Ana Garcia, a mudança tem que ser vista no contexto de rearrumação do governo de Joe Biden para enfrentar desafios no combate à pandemia, recuperação econômica e na política externa.

“No caso do Brasil, a mudança da embaixadora vem no ano eleitoral, e isso não é irrelevante no campo das relações exteriores. O Brasil é um país fundamental para os americanos no continente, porque é um país que ainda consegue ter força diplomática frente à China, algo que em outros países da América Latina tem sido difícil”, analisa.

A professora acrescenta que Elizabeth Bagley é bem situada dentro do Partido Democrata e tem grande histórico no setor privado. “O governo brasileiro deverá ter nessa nova embaixadora uma figura importante de referência para a aproximação com os Estados Unidos”, concluiu.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mundo

Ataque a bar gay em Oslo é investigado como terrorismo

Publicados

em

source
Ao menos duas pessoas morreram em ataque a boate na Noruega
Divulgação/London Pub

Ao menos duas pessoas morreram em ataque a boate na Noruega

O ataque a tiros a um bar gay em Oslo , na Noruega, que deixou ao menos dois mortos e 21 feridos, está sendo investigado como um “ato de terrorismo islâmico”, informaram as autoridades locais neste sábado (25). A ofensiva ocorreu na noite da última sexta-feira (24) no London Pub, um famoso bar e boate gay da capital norueguesa, e em outros dois lugares próximos: o clube de jazz Herr Nilsen e um estabelecimento de comida para viagem.

Duas pessoas foram baleadas e morreram na boate por volta da 1h (horário local). Outros 21 frequentadores foram hospitalizados, sendo três deles em estado grave. O suspeito de cometer o crime, um cidadão norueguês com origem iraniana de 42 anos, foi preso perto da boate, logo após o ataque. O homem é acusado de homocídio, tentativa de homicídio e atos de terrorismo. Duas armas de fogo foram apreendidas com ele. “Agora tudo indica que este ato foi cometido por apenas uma pessoa”, disse um policial em entrevista coletiva. As autoridades norueguesas ainda investigam as motivações do crime, mas suspeitam de crime de ódio. “Parece uma cena de guerra, com várias pessoas no chão com ferimentos na cabeça”, afirma uma testemunha, citada pela imprensa local. “O assassino estava muito determinado, especialmente para onde mirar. Quando percebi que era sério, fugi. Havia um homem ensanguentado caído no chão”, acrescentou uma mulher. Por causa do atentado, a Parada Gay Anual de Oslo, que deveria acontecer esta tarde, foi cancelada. “Todos os eventos relacionados ao Orgulho de Oslo foram cancelados” seguindo recomendações “claras” da polícia, escreveram os organizadores no Facebook.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

MAIS LIDAS