65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

Mundo

Estudantes são feridos por atirador em universidade na Alemanha

Publicados

Mundo


source
Estudantes são feridos por atirador em universidade na Alemanha
Reprodução

Estudantes são feridos por atirador em universidade na Alemanha

Um atirador foi morto pela polícia da  Alemanha após ferir “várias pessoas” em uma sala de aula na universidade de Heidelberg nesta segunda-feira (24). Segundo as autoridades, ele usou um arma de cano longo no ataque. O número de vítimas ainda é incerto.

“Isto é o que se sabe até agora: um único atirador feriu várias pessoas em uma sala de aula com uma arma longa. Ele está morto”, informou a polícia no Twitter.

O jornal alemão Bild informou que o atirador abriu fogo contra alunos usando um rifle e teria disparado a arma contra ele mesmo em seguida. A polícia ainda não confirmou as circustâncias da morte do criminoso.

Segundo a agência DPA, o atirador seria um estudante e não há indicação até o momento de que ele tenha agido por motivação política ou religiosa.

Leia Também

Mais cedo, a polícia havia avisado que um grande efetivo e agentes de serviços de emergência estava atuando na área de Neuenheimer Feld, onde ficam as instalações universitárias, e pediu que a população evitasse o local.


Conforme o portal SWR, a universidade pediu a seus alunos por e-mail que não se dirijam ao local da tragédia. Heidelberg está localizada ao sul de Frankfurt e tem cerca de 16 mil habitantes. A universidade local é uma das mais conhecidas da Alemanha.

Fonte: IG Mundo

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mundo

Direito ao aborto: Biden anuncia ações para proteger norte-americanas

Publicados

em

source
Medidas anunciadas são reação contre decisão da Suprema Corte dos EUA
Divulgação/Twitter Joe Biden

Medidas anunciadas são reação contre decisão da Suprema Corte dos EUA


O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou na tarde desta sexta-feira (24) ações que seu governo está tomando para proteger as mulheres que enfrentarão as consequências da  decisão da Suprema Corte de revogar o direito das americanas ao aborto.

Em comunicado , a Casa Branca explicou que o democrata orientou a Secretaria de Saúde para garantir o acesso das mulheres à pílula abortiva e medicamentos especiais para cuidados da saúde reprodutiva, aprovados pela agência reguladora dos EUA, a Food and Drug Administration (FDA).

“Diante das ameaças de funcionários do estado dizendo que tentarão proibir ou restringir severamente o acesso a medicamentos para assistência à saúde reprodutiva, o presidente orientou o secretário de Saúde e Serviços Humanos a identificar todas as maneiras de garantir que o mifepristone seja o mais amplamente acessível.”


Afirmando que a decisão da SUprema Corte pode ter “consequências devastadoras na vida das mulheres em todo o país”, o governo norte-americano ressaltou que não vai permitir que autoridades estaduais impeçam mulheres de viajarem a outros Estados para realizar o aborto.

“Se qualquer autoridade estadual ou local tentar interferir no exercício desse direito básico pelas mulheres, o governo Biden combaterá esse ataque profundamente antiamericano.”

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

MAIS LIDAS