65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

Entretenimento

Alok explica polêmica sobre apropriação de músicas de DJ’s

Publicados

Entretenimento


source
Alok foi acusado de apropriar músicas de DJs
Marcelo de Assis

Alok foi acusado de apropriar músicas de DJs

Após acusação de não pagar dupla de DJs por 14 hits, Alok se pronunciou nas redes sociais. Declarações da dupla de artistas Sevenn denunciaram o Alok para a revista estadunidense Billboard de não terem recebido crédito por 14 músicas. Além disso, eles disseram que são os verdadeiros criadores do Brazilian Bass, subgênero da house music. 

Nos stories, Alok diz que foi ameaçado com a matéria e sabia que ela iria ao ar. “Tem um bom tempo, não vou ceder a ameaças, até porque não tenho nada a esconder. Por isso ela está no ar”, diz. 

Segundo Alok, o duo sempre fez parcerias com ele. “Eles estão sendo mal direcionados infelizmente”, disse. “Quero deixar claro que nunca recebi nenhuma notificações deles sobre obras lançadas”, disse. “O assunto é sério porque muitos artistas têm obras utilizadas por terceiros e não são creditados, mas não pode ser banalizado como eles fazem. O artista deve ir pelas vias judiciais”, disse. 

Para Alok, a matéria é um ataque de Marcos Araújo , produtor da Audiomix e ex-empresário do artista. “Não faz sentido até ontem pedirem para fazer música comigo. O que acontece é o seguinte: tanto a minha carreira quanto a do Sevenn eram gerenciadas pelo mesmo empresário, o Marcos, da Audiomix”, diz.

Leia Também

“Desde que fiquei ciente sobre várias coisas que a Audiomix estava fazendo com a minha carreira, de Jorge e Matheus e diversos outros, eu decidi reincidir meu contrato de forma pacífica. Desde que larguei a Audiomix vivo recebendo ameaças e sendo perseguido. Ele simplesmente não aceita e essa matéria não é surpresa”, conta. Antes, Alok mostrou que as músicas não tiveram influência do duo de DJ’s:

“As obras de maiores sucessos da carreira do Sevenn foram feitas comigo, inclusive a ‘Boom’, que eu nunca fui creditado por ela”, disse Alok, dizendo que fez parcerias com a dupla. Logo depois, Alok mostra músicas que fez com a Sevenn e os projetos iniciais no computador dele. 

‘Fuego’, feita com Bhaskar, Alok diz que não teve nenhum auxílio de Sevenn. “O que acontece é que eles masterizavam minhas músicas. Processo comum que artistas fazem com estúdios para finalizarem masterizando a música para que ela fique compatível com as plataformas”, afirmou Alok. “Todo mundo faz isso, eu faço no estúdio do Drake, do J Balvin”, disse. 

Então, ele explica que sempre pagou os DJ’s para fazer a master. “Tinha até briga no grupo para fazer a master”, contou. “É muito comum os produtores pedirem sugestões, eu envio para vários produtores esperando feedback”, disse. 

Sobre ‘Un Ratito’, ele diz que começou a produzir há cinco anos atrás e mudou muito. “Eu fui trabalhando a música nesse tempo, procurei parcerias, gravadoras, fiz tudo”, disse. A produção foi feita com Kevin, que saiu do projeto e segundo Alok, foi assumida pelo DJ, que regravou tudo.

Alok também falou sobre as acusações de que não se importava coma situação da dupla na pandemia. Ele mostrou prints em que Kevin e o outro DJ agradeciam os royalties das músicas. Sobre o Brazilian Bass, ele diz que faz há mais tempo. “Eles se aproximaram do estilo graças a mim, eles já ouviam o meu estilo quando eu os conheci”, disse. 

Fonte: IG GENTE

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Entretenimento

Atriz relata momentos de pânico durante tiroteio em shopping no Rio

Publicados

em

source
Atriz Jéssika Alves posta em storie relato sobre tiroteio em shopping
Reprodução/Instagram

Atriz Jéssika Alves posta em storie relato sobre tiroteio em shopping

O pânico provocado pela troca de tiros que deixou um segurança morto no shopping Village Mall, na Barra da Tijuca, na noite deste sábado (25), causou medo e insegurança nos frequentadores. Muitas pessoas tiveram que se abrigar em lojas que foram fechadas enquanto criminosos armados tentavam roubar a joalheria Sara Joias. A atriz Jéssika Alves estava no shopping no momento do tiroteio e se abrigou em uma loja da Apple. Ela usou as redes sociais para contar o drama que vivenciou no estabelecimento.

Mesmo com o susto, Jéssika Alves publicou um registro que fez da loja assaltada após ataque dos criminosos. “Estamos bem! Estávamos dentro da Apple na hora que aconteceram os tiros, e estamos aqui ainda. A saída está sendo liberada aos poucos, mas tô sem coragem de ir. Aqui na loja os vidros são blindados e tem uma sala de segurança antiterrorismo, que foi pra onde todo mundo correu até ter notícias do que estava acontecendo. Juro, SURREAL”, escreveu a atriz em um storie no Instagram.

Em postagens nas redes sociais, outros frequentadores narram que foram ouvidos pelo menos 50 disparos em um intervalo de poucos minutos. “Cara, fiquei no meio de um tiroteio no Village Mall, tô escondida dentro de um restaurante to tremendo”, disse uma internauta.

De acordo com a Polícia Civil, pelo menos 12 criminosos participaram do roubo, todos armados com pistolas. Dois carros e uma moto foram abandonados no estacionamento do shopping. Segundo a Polícia Militar, equipes do 31° BPM (Recreio dos Bandeirantes) foram acionadas para checar uma ocorrência envolvendo disparos de arma de fogo dentro do shopping localizado na Avenida das Américas. “Chegando ao local, os policiais encontraram um segurança atingido e aparentemente em óbito. As circunstâncias da ação ainda estão sendo apuradas. A área foi isolada e diversas equipes seguem em varredura pela região”, informou a corporação, em nota.

Em fotos publicadas, aparecem lojas com as portas abaixadas e ainda a vitrine da Sara Joias com os vidros quebrados. Em algumas das imagens, é possível ver homens armados próximo a joalheria e ainda uma mulher sendo mantida refém no corredor do shopping pelos criminosos. Em uma das fotos, um segurança aparece morto em uma das saídas do estabelecimento. De acordo com a Polícia Civil, dois carros e uma moto foram abandonados no local pelos bandidos.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

MAIS LIDAS