65 99230 9678 | 65 3055 2070

CUIABÁ

GERAL

Agência Brasil ultrapassou 250 milhões de visitas em 2021

Publicados

GERAL


A audiência das matérias publicadas pela Agência Brasil conseguiu alcance relevante em 2021. A produção jornalística repercutiu significativamente com 259 milhões de visitas entre os meses de janeiro a dezembro do último ano. Foram mais de 127 milhões de visitas diretas e quase 132 milhões em sites que replicaram os conteúdos no país e também no exterior.

A medição é feita pela ferramenta ABTracker 2.0, que considera o acesso às páginas da própria agência pública de notícias da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Os assuntos vinculados à editoria Economia, com destaque para prestação de serviço, foram os que mais despertaram a atenção do leitor. A análise mostra que há demanda por temas factuais, pautas críveis e acompanhamento de novidades que interferem na rotina do brasileiro.

O monitoramento revela que as reportagens de utilidade pública fazem a diferença na vida das pessoas. Os números comprovam esse interesse. Abril foi o mês com a maior presença digital da Agência Brasil, com cerca de 14,2 milhões de visitas.

Para a gerente executiva da Agência Brasil, Juliana Andrade, a elevada escala de leitura é resultado da credibilidade que a marca transmite e da consistência das informações oferecidas à sociedade. “O interesse público norteia nosso trabalho jornalístico, com foco no cidadão e em valores bem determinados, como a precisão e a clareza nos dados – fatores que exigem um padrão de qualidade de excelência”, avalia.

Alcance dos conteúdos

O aumento da visitação às notícias da Agência Brasil é comprovado pela quantidade de reportagens elaboradas por profissionais da EBC acessadas na mídia comercial. Inúmeras páginas replicam os conteúdos oferecidos gratuitamente desde que citada a fonte.

Em 2021, foram quase 132 milhões de visitas a matérias postadas em sites externos que utilizam material da Agência Brasil. Em agosto, as visitas superaram a marca de 16 milhões de cliques nessas produções de teor jornalístico elaboradas pela empresa de comunicação pública.

Essa influência pode ser vista, também, pelas solicitações de busca sobre as reportagens na internet, em portais estrangeiros. Em novembro, a Agência Brasil aumentou o serviço de conteúdos em inglês e espanhol.

A procura por notícias nos dois idiomas aumentou expressivamente desde o dia 26 daquele mês. As pesquisas cresceram 81% em comparação à semana anterior nos textos em inglês e 162% quando os números se referem à versão em espanhol.

Somados os acessos à Agência Brasil e aos portais da mídia tradicional, setembro foi o mês com mais visitas às notícias elaboradas pelo jornalismo público.

A Diretora de Jornalismo da EBC, Sirlei Batista, destaca que a análise compreende ainda o comprometimento com a cadeia de valor da notícia. “O número de conexões mencionado demonstra a confiança da audiência no material publicado pela EBC. Observa-se que existe necessidade e espaço para reportagens cujo embasamento assegura a qualidade, uma referência no que diz respeito ao trabalho de jornalismo na empresa.”

As perspectivas para 2022 são promissoras ao se levar em conta os dados mais recentes. Os registros mensais revelam a proporção de conteúdo produzido pelas equipes. “A Agência Brasil publica uma média de 1,5 mil matérias por mês. Sempre prezando pela qualidade, credibilidade e boa apuração “, ressalta a gerente de redação do veículo, Bruna Saniele.

De acordo com os dados consolidados no final do ano, só em dezembro aproximadamente 29 mil matérias diferentes foram acessadas por outros 11 mil sites.

A inovação e o respeito à cidadania são premissas do jornalismo público. Além dos parâmetros quantitativos já citados, os critérios relacionados à contribuição para o desenvolvimento da consciência crítica das pessoas atribuem ainda mais responsabilidade aos profissionais envolvidos.

Fonte: EBC Geral

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GERAL

Mulher morre durante teste físico para oficial do Exército

Publicados

em

O Comando Militar do Leste (CML) abriu um processo administrativo para apurar o que provocou a morte da dentista Ingrid Balbino de Sousa Coelho Vieira, nesta quarta-feira (22), após teste de aptidão física para o cargo de Oficial Temporário do Exército, prova realizada no Colégio Militar, na Tijuca, zona norte do Rio. Ingrid concorria a uma vaga para Odontologia – Ortodontia.

O teste físico da candidata estava agendado para o início da manhã e o exame foi alterado para ser realizado às 14h30.

Em nota, a Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste (CML) informou que  Ingrid “passou mal durante a execução de uma das fases do processo”.

“A candidata recebeu os primeiros socorros no local e foi conduzida à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Durante a noite, o quadro de saúde da candidata se agravou e ela veio a óbito”, informou o comunicado.

O Comando Militar do Leste informou ainda que “foi aberto um processo administrativo para apurar as circunstâncias do ocorrido e que está prestando todo o apoio necessário à família”.

Segundo caso 

Um candidato ao cargo de inspetor para a Polícia Civil do Rio de Janeiro passou mal durante a prova física e morreu. Fabio Henrique Silva, de 41 anos de idade, caiu no chão durante a prova de corrida.

A Polícia Civil lamentou a morte e informou que o candidato apresentou laudo médico para a realização da prova, sendo socorrido e levado ao hospital após passar mal.

https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2022-06/candidato-vaga-na-policia-civil-do-rio-morre-apos-teste-fisico

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

Continue lendo

MAIS LIDAS